Cara Comum

Quando o arquétipo do Cara Comum está ativo em uma pessoa, ela usará roupas simples ou outros trajes comuns (mesmo que tenha bastante dinheiro), falará de um modo coloquial e detestará todo o tipo de elitismo. O objetivo dele é fazer parte do grupo e ser igual a todos.

No marketing: este arquétipo não aprecia artificialismos, tendendo a valorizar o nivelamento entre as pessoas, independente de classe social, religião ou cultura. Por exemplo, em uma festa, pedir uma cerveja nacional em vez de um whisky importado; convidar o cliente para nadar ou jogar boliche em vez de lhe oferecer um jantar sofisticado; todas essas escolhas podem fornecer a indicação de que o arquétipo do Cara Comum é valorizado, apreciado e estimado.

Lema do Cara Comum: “Todos os homens e mulheres são criados iguais”

  1. mary
    08/11/2012 às 12:17 pm

    Pedro, está correto eu avaliar que a galerinha Teen (9 a 14 anos) pertence a este arquétipo? Se sim, vc tem cases para eu entender melhor? Pergunto isso porque estou montando uma marca de calçados e acessórios para teen (feminino e masculino). É um conceito que não existe, consequentemente muitos desafios. Acho importante eu criar a atmosfera da minha marca com o arquétipo correto. Muito Obrigada, Mary

    • Roger Mafra
      09/11/2013 às 5:22 pm

      Bem 1 ano depois alguém vem a te responder. Acredito que de 9 a 14 anos esse não é o arquétipo que essa galera busca. Eles estão em período de adolescência e portanto não querem serem iguais uns aos outros o sinal é claro de rebeldia. Portanto o que mais se enquadra neste público é o arquétipo do Fora da Lei.

  2. 26/11/2016 às 12:50 am

    Pelo que entendi Mary esse “Cara Comum” seria a galera alternativa, natureza, da paz… Os que não gostam de gastar dinheiro com luxo, modinhas, produtos diferentes e restaurantes caros, mesmo tendo condições financeiras para isso. Quem sabe a galera de idade Universitária, talvez os envolvidos com Gremios Estudantis, sabe? Não necessáriamente possuem classe social elevada, mas tem pensamento que todos devem ter as mesmas coisas, materiais e espirituais. Seria por exemplo quem é “rico” e vive com o básico, um ser solidário e geralmente envolvido em causas sociais. Esse foi o meu entendimento.

  1. 04/11/2013 às 12:37 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s